Guia Nordeste

Blog nordestino sobre destinos e dicas de turismo para férias

Sem categoria

Persépolis: A capital cerimonial do Império Persa

Persépolis: A capital cerimonial do Império Persa



Persépolis é o sítio arqueológico mais espetacular do Irão. Esta cidade antiga está localizada no sul do Irão perto da cidade de Marvdasht a 60 quilômetros ao norte da cidade de Shiraz. A cidade é um exemplo do estilo de arquitetura aquemênida. O sítio consiste dum terraço elevado de 125.000 metros quadrados. Este terraço foi construído numa plataforma parcialmente artificial e parcialmente cortada duma montanha. O terraço, onde fica a cidade, encontra-se entre 5 e 13 metros acima da base do solo de abaixo.

Persépolis foi fundado por Dário, o Grande (Dário I) em 518 a.C. como a capital cerimonial do Império Persa. A estrutura mais importante da capital persa é o Grande Palácio. Ele foi construído numa colina e é acessado através de duas escadas monumentais decoradas com baixos-relevos. O acesso ao edifício é protegido por um portão monumental espetacular, construído por Xerxes I. Chama-se o Portão de Todas as Nações.

Persépolis. Porta de todas as nações. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida), Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini.
Persépolis. Porta de todas as nações. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida), Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. Símbolo do zoroastrismo. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini
Persépolis, Irã. Símbolo do zoroastrismo. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini

A APADANA: O PALÁCIO DE AUDIÊNCIAS

A Apadana, o Palácio das Audiências, é o edifício mais bonito, construído em Persépolis. É uma obra construída da primeira metade do século VI a.C. e foi iniciado por Dário, o Grande, e acabado por seu filho Xerxes I. A entrada do palácio começa a partir de duas escadarias monumentais, decoradas com esplêndidos baixos-relevos. A estrutura foi construída no aterro. O coração do edifício é uma grande sala quadrada com lados de 60 metros e uma série de colunas de 20 metros de altura, decoradas com capitéis com cabeças de touros e leões. A Apadana foi destruída pelas tropas macedônias de Alexandre, o Grande, em 331 a.C.. O que resta dá uma idéia mínima da magnificência deste edifício.

Persépolis, Irã. Um baixo-relevo do Apadana. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. Um baixo-relevo do Apadana. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. Um baixo-relevo do Apadana. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. Um baixo-relevo do Apadana. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini.

O TACHARA: O PALÁCIO DE DARIO, O GRANDE

Ao sul da Apadana há uma outra estrutura monumental, o Palácio de Dário, mais conhecido como Tachara ou Palácio de Inverno. O palácio era o edifício exclusivo de Dário I em Persépolis. Foi iniciado por Dário I, mas mais tarde finalizado por seu filho Xerxes I. Este edifício é acessado através duma escada decorada com baixos-relevos. De tamanho menor que os outros edifícios da cidade este prédio permaneceu o mais intacto em Persépolis. Foi salvo das destruições e do fogo perpetradas das tropas da Macedônia.

Persépolis, Irã. A Tachara (Palácio de Dario, o Grande). Ruínas da capital cerimonial do Império Aquemênida. Autor e copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. A Tachara (Palácio de Dario, o Grande). Ruínas da capital cerimonial do Império Aquemênida. Autor e copyright Marco Ramerini.
Persepoli, Iran. Il Tachara (Palazzo di Dario il Grande). Rovine della capitale cerimoniale dell'Impero achemenide. Autore e copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. A Tachara (Palácio de Dario, o Grande). Ruínas da capital cerimonial do Império Aquemênida. Autor e copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. A Tachara (Palácio de Dario, o Grande). Ruínas da capital cerimonial do Império Aquemênida. Autor e copyright Marco Ramerini.
Persépolis, Irã. A Tachara (Palácio de Dario, o Grande). Ruínas da capital cerimonial do Império Aquemênida. Autor e copyright Marco Ramerini.

Persépolis é composta de muitos outros edifícios, incluindo o Tripylon ou seja a câmara de audiência de Xerxes I. É um pequeno prédio, que provavelmente foi a entrada do Palácio de Xerxes, também conhecido como Palácio Hadish. O Hadish é um grande palácio, que tinha uma grande sala com colunas de madeira e pedra, que desapareceram, devido ao incêndio, que destruiu Persépolis em 331 a.C.

Colunata de Persépolis. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida), Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini
Colunata de Persépolis. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida), Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini

O PALÁCIO DAS 100 COLUNAS: A SALA DO TRONO

Entre os edifícios mais espetaculares da capital persa houve o Palácio das 100 colunas, também conhecido como a Sala do Trono. Este palácio tinha um grande salão quadrado com 70 metros de cada lado. Hoje poucas estruturas permanecem para testemunhar a sua magnificência. O edifício foi seriamente danificado pelo fogo, que queimou Persépolis na época de Alexandre, o Grande.

Persépolis, Irã. Palácio das 100 colunas. Persépolis, a capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini,.
Persépolis, Irã. Palácio das 100 colunas. Persépolis, a capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida). Autor e copyright Marco Ramerini,.

Na parede rochosa com vista para Persépolis existem alguns túmulos interessantes, esculpidos na rocha. Entre estes os mais importantes são os de Artaxerxes II e Artaxerxes III, ambos com a característica forma cruzada. Destes túmulos há uma maravilhosa visão geral de toda a cidade de Persépolis. Persépolis faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO. Finalmente apenas 10 quilômetros a noroeste de Persépolis encontram-se os túmulos rochosos dos Reis dos Reis em Naqsh-e Rostam. É um outro testemunho espetacular da magnificência do Império Persa. Valiosos relevos da era sasaniana podem ser vistos no local próximo de Naqsh-e Rajab.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

Porta de todas as nações. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida), Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini.
Porta de todas as nações. Ruínas da capital cerimonial do Império Persa (Império Aquemênida), Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini.






Postagem Original

Comment here