Guia Nordeste

Blog nordestino sobre destinos e dicas de turismo para férias

Férias

Navegamos no Bellissima, o mais novo navio da MSC

Navegamos no Bellissima, o mais novo navio da MSC


Tudo brilha dentro do Bellissima, o novo navio da empresa italiana MSC, lançado oficialmente no início de março em Southampton, na Inglaterra. E quando digo que tudo brilha, não se trata de força de expressão. 

Ao entrar no navio, após passar pelo terceiro raio-X, você é recebido no átrio central por seis amplas escadas em formato semi-caracol com degraus transparentes e recheados de cristais Swarovski. Outra novidade que o Bellissima traz é uma espécie de calçadão de 96 metros de extensão que atravessa a embarcação, chamado Galleria Bellissima, que é adornado com um teto de LED que exibe as mais diversas projeções: da Capela Sistina à simulação de fogos de artifício.

No Bellissima tudo é superlativo. O navio tem 65 metros de altura, 315 metros de comprimento e oferece mais de 200 diferentes atividades para o hóspede preencher os seus dias de férias. Ainda no quesito lazer, são quatro as piscinas disponíveis (incluindo uma aquecida e com teto retrátil), além do Arizona Aquapark, um parque aquático cheio de tobogãs que deverão ser sensação entre as crianças.

MSC Bellissima, Galleria Bellissima Um telão de LED na Galleria Bellissima recria no teto cenas consagradas; aqui, foi a vez dos vitrais Galleria Vittorio Emanuele, de Milão

Um telão de LED na Galleria Bellissima recria no teto cenas consagradas; aqui, foi a vez dos vitrais Galleria Vittorio Emanuele, de Milão (MSC/Divulgação)

Gentileza a todo momento

Outra característica de uma viagem em alto-mar, e que pude experimentar muito antes do navio partir, é a simpatia e presteza dos 1564 membros da tripulação. Boa parte deles fala português ou pelo menos tenta com diferentes níveis de sucesso. Assim que cheguei no meu quarto – uma espaçosa cabine externa com varanda, banheiro mezzo espaçoso e um sempre convidativo frigobar , fui recebido pelo largo sorriso do Joseph, o camareiro do meu andar. Ele mandou um texto ensaiado, porém fofo, do quanto estava feliz com minha presença e como faria o possível para atender minhas necessidades.

O degraus do Infinity Atrium são Swarovski até o último quilate, MSC Bellissima O degraus do Infinity Atrium são Swarovski até o último quilate

O degraus do Infinity Atrium são Swarovski até o último quilate (MSC/Divulgação)

Ao me instalar em uma das 2.274 cabines, fiz o que qualquer pessoa faria ao entrar em um quarto novo: testei a cama. Spoiler: é maravilhosa e, como absolutamente tudo dentro desse navio – e eu ia descobrir isso depois – adornada com um gigantesco logotipo da MSC. O que não é tão maravilhoso? O armário. Deveras pequeno e com um cofre menor ainda (só cabe o passaporte e a carteira). A sacada é ampla, mas oferece pouca privacidade, o que é bem comum também em navios de outras armadoras. Em uma das noites, até travei um longo papo com o ocupante da cabine ao lado, por sorte um espirituoso e simpático inglês.

Caso você esteja em busca de uma experiência mais exclusiva, a sugestão é escolher a categoria Yatch Club, que já virou uma marca da MSC. A ala, com acesso exclusivo, tem custo 80% mais alto, em média, do que a cabine com varanda (no caso a minha) e quem paga pelo upgrade tem mordomo 24 horas, sistema de bebidas all-inclusive, restaurante, bar e piscina exclusivos. Os hóspedes também têm acesso irrestrito à área termal do Aurea Spa, um imenso e aconchegante spa que possui um extenso cardápio com os mais variados tratamentos estéticos e relaxantes.

MSC Bellissima, MSC Yacht Club - Top Sail Lounge Lounge da ala Yacht Club, setor do navio com com cabines de luxo, acesso restrito e muitas mordomias

Lounge da ala Yacht Club, setor do navio com com cabines de luxo, acesso restrito e muitas mordomias (MSC/Divulgação)

Zoe, a grande aposta 

O Bellissima tem como um dos grandes diferenciais, de acordo com os idealizadores, uma assistente pessoal chamada Zoe. É o primeiro cruzeiro do mundo a contar com esse tipo de inteligência artificial. Desenvolvido em parceria com a Harman e a Samsung, o equipamento entende sete idiomas, incluindo o português e já possui 800 questões programadas para serem respondidas. A ideia é substituir as idas dos hóspedes à recepção ou pelo menos diminuir as ligações telefônicas para saber coisinhas simples, como as melhores atividades do dia ou fazer uma reserva para um show.

Minha tentativa de usar Zoe não foi das mais felizes. No dia do embarque, por exemplo, eu quis saber qual era o melhor lugar para almoçar e, mesmo fazendo a pergunta em inglês e em português, ela pediu que ligasse na recepção. Por sorte, Zoe não me deixou na mão quando emparelhei o meu celular com ela, por meio do Bluetooth, e usei-a como caixinha de som. 

Claro que é preciso dar um desconto porque, como fomos avisados, Zoe ainda está em fase de testes – e aquela era uma viagem inaugural. A MSC, por meio de sua assessoria de comunicação, disse que o sistema ainda precisa de alguns ajustes. E por ser uma inteligência artificial, “foi projetada para continuar aprendendo e desenvolvendo suas respostas com base nas interações reais com os hóspedes”.

De qualquer forma, o aplicativo para celular MSC for Me, disponível na Apple Store e no Google Play, se mostrou bem útil: por ele, você consegue fazer o check-in (e pode optar por pegar o cartão magnético na recepção ou recebê-lo no quarto, evitando filas), conferir todos os eventos do dia, saber qual a mesa reservada para você no restaurante e receber notificações com ofertas e promoções. 

Zoe, a assistente pessoal presente em todas as cabines do navio MSC Bellissima Zoe, a assistente pessoal presente em todas as cabines do navio

Zoe, a assistente pessoal presente em todas as cabines do navio (MSC/Divulgação)

Refeições: dos bufês ao estrelados

As opções gastronômicas estão distribuídas em 12 diferentes restaurantes, entre eles o HOLA! Tapas Bar, assinado pelo divertido chef espanhol Ramón Freixa, que possui duas estrelas Michelin. Há também uma chocolateria capitaneada pelo francês Jean-Philippe Maury (os macarons são realmente de outro mundo!) e uma legítima “casa de carnes” norte-americana. Todos os restaurantes de especialidades são pagos à parte (custam entre € 23 e €39). A reserva para o jantar nesses estabelecimentos pode ser feita a bordo (diretamente nos restaurantes, por meio do aplicativo MSC for Me ou pelas telas interativas do navio) ou antes de sair de casa. Se o cliente optar pela aquisição antecipada, é possível pagar em reais e já parcelar junto com a compra do cruzeiro. 

Se você não quiser gastar nada além do que já pagou pelo pacote, as opções são o Posidonia Restaurant, que atende mediante reservas, e o MarketPlace Buffet. Esse último, como o nome sugere, é o velho e conhecido self service. As opções são incrivelmente variadas, da comida indiana caprichada no curry ao hambúrguer.

MSC Bellissima, Hola! Tapas Bar by Ramon Freixa Hola! Tapas Bar, do premiado chef Ramon Freixa

Hola! Tapas Bar, do premiado chef Ramon Freixa (MSC/Divulgação)

Muitos brindes a bordo

Com os 20 bares espalhados pelo cruzeiro, monotonia passa longe. A MSC oferece cinco opções de pacotes de bebidas para compra antecipada nos roteiros do Bellissima pelo Mediterrâneo, sendo quatro para adultos e um pacote para crianças. O mais barato, chamado “Easy”, custa 110 reais por pessoa e por dia e possibilita consumo ilimitado de todas as bebidas com preços até 5 dólares em todos os bares, buffets e restaurantes, exceto nos restaurantes de especialidades. Já o “Premium Plus”, o mais caro, sai por 209 reais por pessoa por dia e inclui consumo ilimitado de todas as bebidas em taça, sem limite de preço. Os itens dentro do frigobar, cardápio do serviço de quarto e nos restaurantes de especialidades também estão inclusos. O pacote também dá direito a um desconto de 30% em garrafas de champanhe e nas cartas de vinhos da MSC. Na compra antecipada também é possível parcelar junto com o valor do cruzeiro.

Cabine com varanda do MSC Bellissima Cabine com varanda do MSC Bellissima

Cabine com varanda do MSC Bellissima (MSC/Divulgação)

A criançada pira

O navio oferece 700m² de área com vários tipos de atividades para os pequenos. Se nas outras áreas do navio os tripulantes já são efusivos, aqui, o nível de empolgação deles atinge índices astronômicos – e as crianças amam! De todo esse espaço, vale destacar uma sala com uma extensa coleção de blocos Lego (o Lucas do passado ficaria enlouquecido!). Seus filhos não são desse tipo? Certamente outras atividades, como jogos, brincadeiras e filminhos farão a cabeça deles.

Para os pré-adolescentes, também rolam várias opções: pista de boliche em tamanho real, pebolim, fliperama, um simulador com dois carros de corrida Fórmula 1 e, o meu favorito, um híbrido de cinema 3D e vídeo game, no qual, a depender do filme escolhido, você precisa exterminar algumas criaturas. Fui duas vezes seguidas e, no último dia da viagem, de acordo com um dos funcionários, ninguém tinha conseguido bater o meu recorde (os maiores pontuadores aparecem em um telão na frente do cineminha). 

MSC Bellissima, Mini Club Lego Mini Club Lego

Mini Club Lego (MSC/Divulgação)

Cirque du Solei e mais

A Zoe não é o único diferencial do Bellissima. Para se destacar em um mercado cada vez mais competitivo, a MSC conseguiu com exclusividade dois shows do Cirque du Soleil (Varélia e Syma) e até montou um teatro para abrigar as performances, que custam 15 euros cada por hóspede. 

O que é possível ver de graça? Seis musicais inéditos com figurinos reluzentes e passos de dança que fazem meu ciático doer só de lembrar. Dessas apresentações, tive a oportunidade de assistir a um tributo ao melhor do rock de arena. Em mais ou menos 15 minutos fomos de Sweet Child O’ Mine, em uma versão que mesclava Guns N’ Roses e Sheryl Crow, a Radio Gaga, sucesso do Queen.

Cena de Varélia, espetáculo do Cirque du Soleil que acontece à bordo, MSC Bellissima Cena de Varélia, espetáculo do Cirque du Soleil que acontece a bordo

Cena de Varélia, espetáculo do Cirque du Soleil que acontece a bordo (MSC/Divulgação)

E o que mais?

Todas as noites a quadra de esportes, que durante o dia era chamada de “Sportplex”, se transformava em uma boate temática. Embora nunca ninguém seguisse o dress code sugerido (a maioria dos homens, por exemplo, aparecia por lá de terno), estavam lá os tripulantes vestidos à caráter. Na “festa do branco”, eles estavam de… branco e assim por diante, extremamente simpáticos, como sempre, e prontos para dar alguma vida ao lugar.

Para ser sincero, com a balada vivi uma relação na qual eu sabia estar fadada ao fracasso, mas não conseguia me desvencilhar dela e apareci por lá todas as noites. O motivo do meu desagrado era o mais prosaico de todos. Ela não oferecia o básico: boa música. Parecia que o DJ apostava sempre em uma playlist de 2010 e deixou seguir o baile. Eu entrei em um trenzinho de conga aleatório? Sim. Rasguei a minha calça ao participar de uma batalha de dança com um italiano que claramente era um dançarino profissional? Não nego e nem confirmo. 

A piscina principal do navio MSC Bellissima A piscina principal do navio

A piscina principal do navio (MSC/Divulgação)

Mundo flutuante

Existe algo estranhamente libertador em não se preocupar com nada em uma viagem e um navio é a tradução perfeita desse sentimento. Você tem todo o tipo de entretenimento em um lugar só. Por alguns euros a mais é possível se submeter aos mais diversos tipos de tratamentos estéticos (o spa é gigantesco e oferece de salão de beleza a uma massagem tailandesa fantástica), conhece outros países de forma incrivelmente econômica porque não precisa gastar a mais com passagens e hospedagens, tem a idílica visão do mar à disposição, além de conhecer pessoas das mais diversas nacionalidades.

Serviço

O MSC Bellissima faz roteiros pelo Mediterrâneo até o final de 2019. Cabines externas com varanda durante 6 dias e 5 noites custam desde R$ 3.479 (a primeira pessoa). Pacotes e mais informações você encontra no site



Postagem Original

Comment here