Guia Nordeste

Blog nordestino sobre destinos e dicas de turismo para férias

Dicas de viagem

Voo Stopover: o que é e como funciona | Guia Viajar Melhor

Voo Stopover: o que é e como funciona | Guia Viajar Melhor


Saiba mais sobre os voos com Stopover e economize para conhecer ainda mais destinos

Você que ama conhecer o máximo de destinos pelo mundo e ainda economizar, já ouviu falar em voos com Stopover? Durante uma viagem de avião, você pode desembarcar em uma cidade de conexão ao longo do caminho e passar alguns dias por lá antes de prosseguir sua rota – tudo isso sem custos adicionais na passagem.

Pode até parecer impossível, mas cada vez mais os viajantes que desejam conhecer um destino intermediário durante um voo utilizam o Stopover para  explorar novos lugares pelo mundo de forma econômica. Quer saber mais? Nós elaboramos um guia para você saber melhor como funciona e como adquirir passagens com Stopover.

O que significa stopover?

 

No mundo das companhias aéreas e da aviação, a palavra Stopover é muito comum. Apesar disso, muitos viajantes ainda desconhecem como funcionam os voos com Stopover.

Mas, afinal, o que é Stopover? Essa expressão é utilizada quando o avião faz uma longa parada antes de chegar ao destino. O Stopover é uma parada estratégica que o passageiro pode realizar no meio da viagem, durante uma conexão ou escala, para desfrutar um ou mais  dias em um destino intermediário.

O mais bacana é que, com o Stopover, você conhece uma cidade extra sem pagar nada a mais por isso. Isso quer dizer que você aproveita sua passagem com destino a uma determinada cidade para conhecer outra que fica no meio do caminho.

Como funciona um voo stopover?

Para entender melhor como funcionam os voos Stopover, vamos a um exemplo prático? Vamos supor que você tenha comprado uma viagem do Brasil aos Estados Unidos e seu voo possui uma conexão longa no Panamá.

Com o Stopover, você consegue fazer uma parada estratégica no Panamá e passar um ou mais dias no país, levando inclusive suas malas. Após conhecer o destino intermediário, que no nosso exemplo é o Panamá, você pega seu voo de novo para, finalmente chegar ao seu destino, que são os Estados Unidos.

Tudo isso é realizado sem custo adicional na sua passagem, ou seja, você conhece dois ou mais destinos pelo preço de um. Vale lembrar que, para aproveitar o Stopover, você deve contratá-lo antes da compra da passagem aérea. Não é possível definir essa opção em cima da hora, durante uma conexão ou escala.

Como comprar uma passagem com stopover?

Passagens com Stopover só estão disponíveis em voos internacionais e podem ser adquiridas nos próprios sites das companhias aéreas, nas centrais de vendas das companhias aéreas, por meio de uma agência de viagens ou ainda em sites que comparam valores de passagens aéreas. Cada companhia aérea costuma ter regras específicas, portanto, vale se informar antes de adquirir seu bilhete.

No caso da compra pelo site das companhias aéreas, é necessário selecionar a opção multicity, múltiplos destinos ou múltiplas cidades na hora de adquirir a passagem. Lá você pode buscar voos com longas conexões ou escalas, escolher as melhores datas e definir seu roteiro.

Vale lembrar que, nos voos com Stopover, a tarifa terá que apresentar o valor inicial da passagem, sem considerar o destino intermediário. Em alguns casos, pode ocorrer apenas a cobrança de taxas aeroportuárias adicionais, mas nada muito significativo.

Companhias aéreas que oferecem stopover

Foto: Pixabay

Diversas companhias aéreas que operam no Brasil oferecem passagens com Stopover. Você pode aproveitar a oportunidade para conhecer diversos lugares incríveis pelo mundo.

Abaixo, separamos as companhias que oferecem voos Stopover e seus principais centros de conexões, também conhecidos como hubs, ou seja, os lugares intermediários que você pode conhecer antes de partir para seu destino:

América do Sul

Bogotá (Avianca e LAN), Santiago (LAN), Buenos Aires (Aerolíneas), Lima (LAN e Avianca), Assunção e Ciudad del Leste (Tam Mercosul), Cochabamba (BoA), Quito (Tame).

Europa

Amsterdã (KLM), Frankfurt e Munique (Lufthansa), Lisboa e Porto (TAP), Londres (British), Madri (Ibéria), Paris (Air France), Roma (Alitalia), Zurique (Swiss)

América do Norte e Central

Cidade do México (Aeroméxico), Cidade do Panamá (Copa), Havana (Cubana), Toronto (Air Canada)

Estados Unidos

Miami (American), Nova Iorque (American, Delta, United), Los Angeles (American e Korean), Washington, Chicago e Houston (United), Dallas (American), Atlanta e Detroit (Delta)

África

Casablanca (Royal Air Maroc), Joanesburgo (South African), Adis Abeba e Lomé (Ethiopian), Luanda (TAAG)

Ásia

Abu Dabi (Etihad),  Doha (Qatar), Dubai (Emirates), Istambul (Turkish), Pequim (Air China), Singapura (Singapore)

Leia também:

» Como comprar passagens aéreas baratas
» O que fazer em Lisboa em um dia ou durante uma conexão longa
» Dicas para encontrar passagens aéreas baratas de última hora
» Roma: agência oferece passeios rápidos para quem tem conexão longa na cidade

Post Views: 1



Postagem Original

Comment here